testo


"Que nunca te falte amor... mas, se faltar, sabes onde me encontrar."

Bem Vindos

Bem Vindos ao Portal de Luz

01/06/2017

Como identificar falsos trabalhadores da luz e falsas canalizações?




Como identificar falsos trabalhadores da luz e falsas canalizações?

 Este texto é simples e direto. Temos muitos que se intitulam “enviados cósmicos” e muitas são as mensagens que disseminam informação de todo tipo. E é bem fácil se perder no meio disso e se confundir. Então, pra quem não tem o devido conhecimento fica complicado discernir o que vem da luz e o que não vem dela.

Estamos atravessando uma fase onde as trevas disseminam coisas de todos os tipos para distrair a maioria. De fato, o Mestre nos alertou que isso seria desta forma. Porque se a humanidade progredir, o alimento energético do astral inferior ficará escasso. Por isso, tentam eles retardar o processo para que sua mesa prossiga farta.

E onde está esse engano? Por toda parte, nas religiões e inclusive na espiritualidade. Está cheio. Vamos então entender um pouco do que é verdade e do que é mentira. Como descobrir um falso canalizador ou trabalhador da luz?

Primeiro – Vaidade moral. O falso canalizador se vangloria de sua posição, se acha mais iluminado que os outros. Usa o nome dos grandes Mestres e entidades superiores para promover a si mesmo. E faz isso dentro das próprias mensagens que diz receber.

Mensagens com auto promoção de médiuns não condizem com os parâmetros da luz. Somos sim, como canalizadores, peça chave para a disseminação do conhecimento espiritual oriundo de esferas superiores. Mas é só isso. É um trabalho de extrema responsabilidade. Não é pra ficar se achando muita coisa por canalizar, pelo contrário. O verdadeiro canal se coloca numa posição de constante vigilância, lapidação do seu ego e rejeição aos títulos provindos de homens.

Ele está aqui para trabalhar, se quer estar em evidência e receber aplausos da platéia, que o faça por suas próprias potencialidades e talentos e nunca em nome dos espíritos que diz canalizar. Esses “trabalhadores da luz” que se autopromovem são comparados à simbologia de satanás da Bíblia, que procurava a glória para si mesmo, quando deveria se comportar unicamente como servo. Ter reconhecimento e ser notado por esse trabalho é uma coisa, é até funcional porque implica em crescimento. Agora, usar a luz pra se pôr num pedestal é diferente. Fiquem atentos aos que se acham muito iluminados. São na verdade o contrário.

Segundo – Enviados não divulgam publicamente quem são e de onde vieram. Mostram quem são através de seu trabalho e frutos, o que é bem diferente. Toda informação do tipo é confidencial e profundamente particular. E só deve ser compartilhado com entes bem próximos e olhe lá! Médium que fica divulgando sua identidade espiritual quer se promover e ganhar adoradores. Nosso foco é ensinar, levar o conhecimento e não perder tempo falando sobre nós. Tudo isso, dentro do objetivo verdadeiro, é besteira, informação sem valor que apenas confunde quem a recebe.

O trabalhador da luz não está aqui para pregar a si mesmo e se evidenciar com títulos que o destaquem dos demais. Ele está aqui para fazer sua missão, como ser humano. Portanto, qualquer canalizador que fique divulgando informações sobre sua “identidade” espiritual não cumpre os preceitos da Espiritualidade. Fiquem atentos aos escribas e fariseus, como disse Jesus, que tocam a trombeta diante de si mesmos a fim de serem notados pelos homens. Mais transparente que isso só o ar.

Terceiro – Os canais e trabalhadores são sal e luz do mundo. Disse Jesus que uma lâmpada não pode ser posta embaixo da mesa, mas sim sobre todos da casa para que ilumine-os. Por isso, servos da luz se expõem. Servos da luz dão a cara a bater, se mostram sem o menor problema. Porque não têm o que temer e estão seguros do que ensinam. Quem se esconde, se disfarça e vive em cavernas são espíritos das trevas, que agem às escuras e enganam as pessoas. Por isso, comportamentos como esse de não se revelarem ao mundo afirmando ser ordem superior revelam que tem algo errado. O grande avatar da Espiritualidade, Jesus, não se escondeu, se revelou ao mundo. Quem se esconde, deve. Quem se esconde, tem medo.

Quem se esconde não tem preparo. Portanto, não serve pra servir no propósito da luz. Fiquem atentos! Os frutos falam por si, as atitudes revelam quem são as pessoas. Uma pessoa que não tem coragem de se expor e não tem ousadia pra peitar esse mundo ignorante não tem muita coisa pra acrescentar em sua vida. Seja sábio e esperto pra perceber isso.

Quarto – O objetivo do canal é ensinar, espalhar o conhecimento. Qualquer informação que não flua nesse sentido não segue os preceitos da Espiritualidade Verdadeira. E nisso, entramos no último ponto.

Falsas canalizações – Os dragões ou magos negros são ótimos em telepatia e se passam facilmente por espíritos de luz. E quando encontram canais despreparados ou pessoas como as que citei acima, que precisam dessa auto promoção, eles tiram proveito. Porque há pessoas que são terrivelmente mal resolvidas na vida e cheias de conflitos. Então, para se sentirem um pouco mais úteis e importantes, vestem-se da imagem de trabalhador da luz, justificando sua dificuldade para se desenvolver nesta vida em desculpas como “Sou diferente, porque não sou daqui, vim a serviço.”

Falsas mensagens – Você já teve a sensação de ler uma “canalização da luz” e terminar a leitura do mesmo modo como começou? Ou seja, não disse nada com nada? Pois é, eu já. Por isso leio, se for muito, um por cento do que se divulga aí! Muita informação tem sido divulgada em nome de Mestres ascensionados, mas na verdade, provêm de entidades malignas ou mesmo da própria auto sugestão daquele que diz ser canal. Mensagens da luz, genuínas, são carregadas de informação.

Elas ensinam, mostram o caminho, dão respostas, são claras. As informações que vêm de dimensões superiores são objetivas, profundamente objetivas. Elas dizem – Pegue o leite condensando, a manteiga e o chocolate. Cozinhe tudo até dar o ponto. E pronto, tem-se o brigadeiro. Deu pra entender? Mensagens que andam em círculos, que não desenvolvem um raciocínio lógico, lúcido e coerente, e  não chegam à conclusão nenhuma existem apenas para confundir as pessoas.

Vejo muito disso, entra ano e sai ano e a conversa é a mesma. Diferente de estudar outros ângulos do mesmo assunto, isso é descamar as partes de um todo. Mas o que se vê aí é sempre aquele recado de aprovação – Vocês estão indo bem, está tudo certo, tudo vai dar certo, vocês estão seguros, etc, etc... E não ensinam nada. Não fornecem conhecimento. É sempre aquela farofa de nada. Aquele chá de vento. Prova disso são as pessoas que se alimentam de tais informações e não se desenvolvem. É como nas religiões, fala-se sempre a mesma coisa, do mesmo jeito. Não há progresso. Mensagens da luz te ensinam o que fazer e como fazer. Obviamente, quando a pessoa não quer progredir, nem mesmo Jesus em pessoa poderia fazer algo.

E são claras. Não confundem, não distorcem, não enchem linguiça. Chamam as pessoas à responsabilidade da ação e mudança. Mensagens de aprovação e palavras melosas apenas inflam o ego e estacionam os leitores em zonas de conforto. Claro que tem mensagem da luz por aí. Só é preciso filtrar o conteúdo que chega até você.

Outro ponto importante – Agora tem um tal de dar "nota" do que se faz lá em cima. Tipo, deslocamos a nave tal para tal lugar e estamos sobrevoando Paris... Pense! Que coisa sem o menor sentido! Quem fica notificando cada respirada que dá são seres humanos desocupados. Como os muitos que precisam notificar tudo o que fazem no Facebook ou Instagram. Agora, segundo alguns “médiuns”, os nossos mentores também aderiram à moda. Complicado, né?

Espíritos superiores não dão satisfação à humanidade do que fazem, porque não podemos compreender sua realidade. Seria como você tentar explicar ao seu cão que precisa ir ao supermercado. Sem lógica. Você não faz isso. Pois é, eles também não.

Por isso, mensagens que disseminam informações que não sejam de caráter instrutivo e não nos ofereçam conhecimento e ensinamentos a fim de que resolvamos as nossas pendências e limitações de consciência não vêm da luz. Ficou claro? É só pra confundir, distrair, enganar. Enquanto isso as pessoas não se desenvolvem, não crescem, não mudam. E ficam à mercê da espera do cumprimento de promessas falsas ao invés de fazerem de si mesmas a transformação que esperam vir do alto. Quem tem ouvidos para ouvir, que ouça.

Que o Amor nos cure!


Vinícius Francis

Nenhum comentário:

Postar um comentário